Flavio Cruz

O feliz casamento que nunca aconteceu

Não queria chegar atrasado, fazia muito tempo que não via a Maria. Sem problemas, porém. E ela era daquelas que depois de anos fala um “oi” de anteontem. Peguei a camisa xadrez que só tinha usado uma vez, um jeans de azul bem clarinho, dei uma penteada nos poucos e remanescentes cabelos, saí e comecei a dirigir.
Estava feliz em poder ver aquele sorriso gostoso de novo. Insuspeito, de uma malícia leve e sem maldade. Nunca entendi porque nunca nos apaixonamos, não nos casamos. Sempre nos demos tão bem. Poderíamos conversar horas sem cansar. Seríamos um casal perfeito.
De repente meu pensamento estava viajando. Me imaginei pedindo sua mão, ela rindo, a gente se casando. As imagens voavam em minha cabeça. Nosso primeiro filho, depois o segundo para logo ficarmos livres e viajarmos todos juntos. Imaginei o dia a dia, as refeições, as noites de papos intermináveis.
De um momento para outro, no entanto, me vi discutindo com ela. Ela chorando lágrimas amargas, embora eu tivesse certeza de que a razão estava comigo. Nomes feios, palavras duras que não queríamos falar. Tudo tinha mudado.
Entendi, então porque não nos casamos. Ainda bem!
Obrigado, Maria, por nunca ter casado comigo. Não sei como faria sem uma amiga como você!

 

 

Alle Rechte an diesem Beitrag liegen beim Autoren. Der Beitrag wurde auf e-Stories.org vom Autor eingeschickt Flavio Cruz.
Veröffentlicht auf e-Stories.org am 18.08.2016.

 

Leserkommentare (0)


Deine Meinung:

Deine Meinung ist uns und den Autoren wichtig! Diese sollte jedoch sachlich sein und nicht die Autoren persönlich beleidigen. Wir behalten uns das Recht vor diese Einträge zu löschen! Dein Kommentar erscheint öffentlich auf der Homepage - Für private Kommentare sende eine Mail an den Autoren!

Navigation

Vorheriger Titel Nächster Titel


Beschwerde an die Redaktion

Autor: Änderungen kannst Du im Mitgliedsbereich vornehmen!

Mehr aus der Kategorie"Love & Romance" (Kurzgeschichten)

Weitere Beiträge von Flavio Cruz

Hat Dir dieser Beitrag gefallen?
Dann schau Dir doch mal diese Vorschläge an:

Sonho de uma noite de inverno - Flavio Cruz (Politics & Society)
A Long, Dry Season - William Vaudrain (Life)