Flavio Cruz

O maior de nossos medos

Muitos cientistas, pensadores e escritores de ficção científica se preocupam e escrevem a respeito do crescente poder que as máquinas e robôs possam ter sobre as vidas humanas. É muito comum vermos em filmes, computadores e unidades de Inteligência Artificial assumindo o controle sobre nós e recusando-se a nos obedecer, impondo as regras do jogo. O nosso medo não parece justificável, pois esta realidade, embora possível, parece estar distante, num futuro onde a Ciência tenha atingido um avanço além de nossa imaginação.
Grande engano. Na verdade, isso, de certa forma, já aconteceu. Nós nos acostumamos tanto com o nosso progresso, com todas as facilidades que temos, que nos esquecemos de olhar para o óbvio. Nós já somos prisioneiros de nossas próprias invenções há um bom tempo. Imagine o mundo sem computadores nesse exato momento. O fornecimento de energia pararia rapidamente. Sem eletricidade, a indústria e o comércio também iriam parar em seguida. Logo estaríamos sem alimentos. Quase nenhum avião levantaria voo. Além disso, haveria uma enorme instabilidade social. Ninguém poderia sacar dinheiro, comprar ou pagar. E se perdêssemos os dados? Não saberíamos que dinheiro pertence a quem. Uma guerra, daquelas primitivas, começaria. Porque, nem isso, uma guerra moderna, poderíamos começar sem eles, os computadores. Em alguns dias estaríamos numa situação bem parecida com a Idade Média, só que dessa vez com bilhões habitando o planeta. Não poder ver o que seu amigo postou nas redes sociais  seria o menor dos problemas.
Você ainda acha que as máquinas não dominaram o mundo? Elas só não estão contando vantagem, mas um dia até isso elas vão fazer. O futuro – maravilhoso e sinistro ao mesmo tempo – já começou e já está deixando de ser criança, para logo se tornar um adolescente. Prepare-se. Pensando bem, não há como se preparar...
 
 

 

Alle Rechte an diesem Beitrag liegen beim Autoren. Der Beitrag wurde auf e-Stories.org vom Autor eingeschickt Flavio Cruz.
Veröffentlicht auf e-Stories.org am 04.08.2015.

 

Leserkommentare (0)


Deine Meinung:

Deine Meinung ist uns und den Autoren wichtig! Diese sollte jedoch sachlich sein und nicht die Autoren persönlich beleidigen. Wir behalten uns das Recht vor diese Einträge zu löschen! Dein Kommentar erscheint öffentlich auf der Homepage - Für private Kommentare sende eine Mail an den Autoren!

Navigation

Vorheriger Titel Nächster Titel


Beschwerde an die Redaktion

Autor: Änderungen kannst Du im Mitgliedsbereich vornehmen!

Mehr aus der Kategorie"Life" (Kurzgeschichten)

Weitere Beiträge von Flavio Cruz

Hat Dir dieser Beitrag gefallen?
Dann schau Dir doch mal diese Vorschläge an:

O menino que fazia filmes - Flavio Cruz (Childhood)
A Long, Dry Season - William Vaudrain (Life)
Heaven and Hell - Rainer Tiemann (Humour)